Personal tools

Skip to content. | Skip to navigation

Sections
You are here: Home / Editora Rede Unida / Biblioteca Digital / Coleção Clássicos da Saúde Coletiva

Coleção Clássicos da Saúde Coletiva

by Davi Duarte last modified 31/07/2017 20:12
Congrega edições ou reedições atualizadas e revisadas de obras dos principais autores e protagonistas do cenário da Saúde Pública no Brasil. Esta coleção procura resgatar, a partir da releitura de obras históricas, a destacada tradição brasileira de atuação em Saúde Pública, reconhecida, inclusive, internacionalmente. Portanto, não se tratam de simples reimpressões de obras já publicadas, mas novas edições, com revisão e atualização de conteúdo. Muito embora temos como marco inicial as discussões da 8ª Conferência em 1986 para formação do SUS, essa Coleção procura trabalhar as influências e o caminho percorrido até este momento histórico, em especial sob os eixos das “Ciências Sociais em Saúde” e “Política, planejamento e gestão de sistemas e serviços de saúde”, demonstrando os fundamentos da própria formação da Saúde Coletiva como campo científico. As publicações são analisadas e submetidas ao Conselho Editorial da Editora Rede UNIDA, acompanhados de pareceres escritos de profissionais de notório saber na área temática de cada publicação.

O livro foi publicado em 1990, quando o setor saúde, conforme palavras do autor (...) “está sendo contemplado por uma das maiores barbaridades que já se realizou neste país, com o seu campo de atuação, no âmbito governamental (...). O veto do Presidente, no fundo, teve como meta impedir o futuro, e procurou manter “presentificado” o nosso passado conservador, elitizado, mesmo que, com isso, mutile a imensa maioria dos brasileiros.” O principal objeto do estudo foi a busca da compreensão desse “mundo”, das decisões e formulações no campo das ações governamentais em saúde e  revelar como a realidade do passado se faz ainda presente.

A Saúde Pública como Política
Autor: Emerson Elias Merhy

Esse livro foi fruto do mestrado do autor, defendido em 1983, na Faculdade de Medicina da USP. O cenário do Brasil neste momento, era composto por muitos engajados na luta social contra a ditadura e tinham elegido a militância no campo da saúde pública, em São Paulo, como uma frente de ação política que apostava que uma nova sociedade era possível, centrada em práticas sociais organizadas de modos coletivos e na íntima relação entre as políticas de governo, sua gestão e os movimentos populares que agitavam o país. A nova reedição desse clássico contribui para se compreender a importância dos movimentos de luta social como protagonistas na formação das políticas públicas, por uma sociedade mais democrática e justa.

Capitalismo e a Saúde Pública
Autor: Emerson Elias Merhy

Esta publicação aborda uma importante e atual temática, a qual retrata que a questão institucional vem antes de tudo, descrevendo como a sociedade brasileira identifica saúde com a presença ou ausência de doença. Neste cenário, as instituições estatais de Saúde se constituem como portadoras do discurso do saber (tecno-científico) e simultaneamente como agentes políticos no controle de doenças coletivas. Está discussão se constitui com base em duas colunas fundamentais a “dita” exclusividade do saberes, face a sociedade, pelas instituições médicas e por outro lado como as instituições não médicas, vem tendo suas sólidas militâncias históricas ignoradas e esquecidas.

Instituições Médicas no Brasil
Autora: Madel Therezinha Luz

A obra apresenta a questão de homeopatia no Brasil, tendo como ponto central suas estratégias de legitimação político-institucional e as respectivas contra-estratégias desenvolvidas pela medicina ortodoxa para preservar seu domínio na esfera institucional e o monopólio no exercício da medicina. O tema e a abordagem da autora convidam a um contexto estimulante para se pensar sobre racionalidade, em relação à ciência oficial e a outros saberes entendidos como concorrentes numa conjuntura de crise de paradigma da ciência moderna, nomeadamente, da medicina ortodoxa.

A Arte de Curar versos A Ciência das Doenças
Autora: Madel Therezinha Luz

A obra de Ricardo Bruno Mendes Gonçalves, assim como sua presença na Saúde Coletiva Brasileira, inspiram a prática na construção de processos de trabalho e investigações comprometidos com a melhoria da qualidade de vida da população brasileira, questionando as formas hegemônicas de produzir ciência e ação na área da saúde. Seu pensamento complexo e instigante sobre a saúde resgatou a teoria do processo de trabalho para a área da saúde e logo incorporou a questão das necessidades de saúde e da produção de tecnologias, semeando assim as primeiras ideias  que demarcaram a fundação do campo da Saúde Coletiva no Brasil. Este livro agrega textos significativos de sua obra que estavam pouco acessíveis, além de contar com comentários de seus principais interlocutores, dando ao texto um caráter dialógico. Boa leitura!

Saúde, Sociedade e História
Organizadores: Liliana Santos e José Ricardo Carvalho de Mesquita Ayres

Nordeste 1 Nordeste 2 Centro-Oeste Sudeste Sul
Calendário
« Setembro 2018 »
Setembro
DoSeTeQuQuSeSa
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30